13 de fevereiro de 2017

Baixei a guarda


Jeito de dançar característico
salta lá e cá esperando com os olhos um aviso
ou como me chamava quando morria
um
      pou
             qui
                   nho
de suor em bica, nunca vi aquilo
metá aqui: pé no chão, olha o perigo
a outra lá: tá bom, me apaixonei um tiquinho

melhor que eu fosse atenta em outros sentidos
a visão tava perdida na curva do cachinho
meu nariz mesmo, naquela dobra, escondido
ah! mas meus ouvidos...
eles ainda estavam entretidos 
nas palavras de cama e colchão dividido
pudera ter um prazo estendido 
não deu um dia
a poesia acabou
e eu nem tinha entendido.