22 de março de 2016

Duas horas e meia


Na espera escrevo 
O horror da minh'alma. 

Só assim descobri 
Que a solidão deu as mãos ao pesadelo 
Por medo de ser só.